terça-feira, 17 de maio de 2011

Da sopa de grao

Quando eu morava em vila nova da formosa, lá na casa da Dona Deolinda (que deus a tenha em paz), um amigo meu foi assistido no hospital por inalação de fumos. Precisava de alguém, no posto de saúde, que lhe fizesse companhia e tocasse no sino (fora do posto de saúde, uma vaca tinha ao pescoço um sino e quando havia uma emergencia, tocavamos lá e aproveitavamos e pediamos-lhe um copo de leite morno com um pouco de café). Ele dizia que gostava da minha companhia e da minha amiga verónica susana porque nós é que tinhamos material do bom. Fiquei contente até perceber que era das plantinhas que tinhamos no quintal, oferta do meu ex, o quim zé.
Um dia, fazendo-lhe companhia, decidi falar-lhe da minha sopa de grão. Que levava água, batata e cebola. E grao. E dei-lhe a receita; miguinho, o truque é uma cebola, 1 dente de alho, 3 cenouras e uma lata de grão. como a noite ainda ia no inicio e como achei que ele, sendo homem, não entenderia bem, expliquei-lhe ao pormenor, que era preciso descascar a batata, os alhos e a cebola. ferver a água, cortar a batata aos cubos, já a cenoura convem ser aos circulos. O alho tem de ser cortado ao meio  e tal. Pelas quatro da manhã e estava eu na parte em que ia tudo na varinha mágica, ele entrou em paragem cardiaca., toquei a vaca, os bombeiros tentaram reanimá.la (a vaca) depois o meu amigo  e eu a continuar "bates na varinha mágica com um fio de azeite, depois...) e mandaram-me embora.  Não sei porquê.
Sei que hoje, quando me vê, grita frenéticamente "a mulher da sopa do grão! a mulher da sopa do grão", só que deve ficado com um problema de orientação porque levanta os braços quando me vê mas corre para o lado oposto de onde estou. A não ser isso, está tudo bem. 
daqui

(Agora é rezar para a Teresa não vir cá que não fiz revisão ortográfica)

18 comentários:

Teresa disse...

Presente!
Toca a rever, minha amiga, que tem aqui umas gralhas)

Luna disse...

Acho mal gozarem com um post tao interessante. Só por isso, já não vos dou a receita.

Anónimo disse...

é mesmo chatinha :s :s :s

I. disse...

Eu substituia a batata por nabo, por causa da dieta e assim, e onabo tem fibras. Os nabos também têm direito à vida, ora batatas!

Julie D´aiglemont disse...

I., nós vamos ter divergências o resto da vida: depois de dizeres que gostas do Socras, agora vens-me com nabos?! Eu tenho um grande trauma de infância com nabos. Esta foi uma facada que deste na minha alma!

I. disse...

Eu não gosto do Socras! Não gosto! Calúnias! E não como nabo nem à bofetada (alguma relação? hum?), mas moido na sopa não se dá por ele.

Há que repor a verdade, shotora, que essa campanha de calúnias não passará!

Anónimo disse...

Advérbios de modo não levam acento.

Teresa disse...

Eu substituo a batata por curgete.

Alexandra disse...

Quando fui operada ao umbigo o que me salvou foi uma sopa da panela.

Nunca mais a esqueci. Especialmente, porque a minha mãe não me deixava comer e aquilo estava de comer e chorar por mais.

Luna disse...

A sopa de grão não precisa de batata nem courgette para engrossar, já lá está o grão para isso. É por isso que se chama sopa de grão. Não me digam que tenho de explicar melhor?

I. disse...

Pá, que nerves, a crujéti ou o nabo são para dar mais sustança. É quase o mesmo que engrossar, mas não é bem. Engrossar é estético, sustança é relativo a pessoas que são de apetite e não se ficam com um caldinho augado (moi). E dá outro gosto. A crujéte prefiro no caldo verde, fica muito bem.

E sopinha de grão que se preze leva espinafre, ninguém se lembra do espinafre? Tadinho do espinafre (folhas, que triturado é para meninos)

Julie D´aiglemont disse...

Vocês são todas muito finas! Batata é que é bom!

Luna disse...

E grão não dá sustança mulher? Daqui a bocado estás-me a pôr nestum na sopa, não?

Espinafre fica bom, sim, mas para estar a boiar implica ter de cozinhá-lo na sopa depois de passada = mais tempo.

Batata só engorda e dá muito trabalho a descascar. Só se vier no pacote descascadinha.

Alexandra disse...

Meninas, meninas, quantas vezes tenho que repetir?

Batata não engorda (desde que não seja frita), bolas de Berlim e imperiais sim.

Primeiro, a batata é excelente para evitar rugas.

Daí ninguém dar-me mais de 15 anos. É muita batata na sopa, com peixe, com carne, com salada e, volta e meia, umas rodelas na cara. Esqueçam o pepino para os olhos. A batata faz desaparecer qualquer inchaço. Maravilha, adeus produtos caros. (O que é chique pois estamos em crise.)

Depois, para os "saudáveizinhos", fiquem a saber que as fibras da batata actuam na redução do colesterol e na prevenção do risco de cancro.

Outros benefícios são a redução na pressão arterial, prevenção contra a prisão de ventre, melhoria do sistema nervoso e protecção do sistema cardiovascular.

Portanto, Luna, faça favor de meter batata na sopa.

Julie D´aiglemont disse...

Estão a ver, suas recauchutadas por um cirurgião de 5ª categoria. Se comessem batatas, estariam como eu e a Alexandra, naturalmente lindas, glamorosas e magérrimas (adoro esta palavra).

pipi das meias altas disse...

uffa, estava a ver que hoje não comentavam algo q tivesse a ver com esse maravilhoso ser que é a batata...

Alexandra disse...

Ui... Batatada!

Luna disse...

Mas não posso deixar a batata para comer fora da sopa?