quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

a dor do meu dia remendado

Não é nada disso, acho até que pode ser uma pessoa agradável e com alguns anos em cima, talvez atinja uma maturidade que, geralmente chega mais cedo, não pense isso que não é verdade, o seu problema é gabar os livros que supostamente devora e dar erros graves de quem não tem a quarta classe. O seu problema é falar mal dos outros indirectamente mas não aceitar quem o faça directamente. O seu problema é, mesmo depois de ter o zé, continuar a ser azeda e desagradável com os outros. Sim, os downloads ilegais também são chatos no horário laboral.

Foi isso que o meu chefe disse. O nojento.

7 comentários:

Anónimo disse...

Se critica tanto os blogs, porque é que ainda perde tempo a visitá-los e a escrever sobre eles? Poupe-se a si, que escusa de estar a ler coisas que considera ridículas, poupe os autores dos blogs que não têm que estar a ser criticados quando não obrigam ninguém a ler o seu blog, e poupe a blogosfera que não tem que aturar alguém que claramente não tem mais nada que fazer. É que a fama de ser mesquinho depois afecta todos na blogosfera e bem sabemos que isso não é verdade! ;) Por tanto querer ridicularizar os outros, apenas se ridiculiza a si. Se quer "limpar" a blogosfera, comece pelo seu próprio blog. Se há alguém que mereça uma sátira aqui não é aquele ou aquela do blog ao lado que faz posts das coisas que quer e bem lhe apetece, mas sim aquele que perde o seu tempo a criticá-las!
E o anonimato é uma arma incrível para nos escondermos, quando não temos coragem para dar a cara, não é? :)

- Carolina.
(Ah e não se aborreça a procurar, porque não tenho nenhum blog.)

pipi das meias altas disse...

Pergunto

Porque é que desde a antiguidade existe a sátira, as crónicas de escárnio e maldizer?

Porque é que nos tempos modernos existem, sei lá, por exemplo, humoristas que se dedicam a analisar acontecimentos, figuras públicas, estereotipos, etc?

Deixo aberto a reflexão, mas dou uma pista: uma palavra começada por R e acabada em R, com um I no meio. Não é para todos, eu sei, mas com algum esforço, e inteligência, vai-se lá.

Anónimo disse...

Ai menina pipi, só hoje a descobrisó joje chigui aqui(vê-se logo que vivo nas brenhas...numa aldeola do alentejo profundo, ainda se fosse na baixa da banheira!!!)Olhe, aqui não chega nada, para ler o que se escreve na "blogo-esfera"- sem hífen_(assim é que a mulher certa escreve, portantus, escrevo assim)tenho de pedir ao presidente da junta que é mé compadri que mempresti o aparelho dele.

O qué me tenho rido...só é pena alguns postes (ou são postas?) não terem entequetas e é nã consigo lá chegári. Ponha as entequetas em todos, faxfavori.

o da mona lisa e das pipiloralidades (ó assim) tamén nã sei quais é que são.Nã me querem dar uma ajudinha? É pago com azetoninhas alentejanas.

Eusobiazinha alentejana

Tralha do Melhor! disse...

Pipi! Continue o seu blogue até hoje o mais interessante que conheço, faz uma critica sem ofender ninguém. Acho piada quando as pessoas criam blogues escrevem o que muito bem lhes dá na telha, no fim vem aquele cliché de caca, do género "só lê quem quer, eu escrevo o que bem me apetecer " pois sim criaturinhas, a Net é UM SITIO PUBLICO! Se querem escrever o que bem vos apetece sem dai vir criticas boas ou más façam o seguinte; arranjem um diário no Word, ok?
Não percebo outra coisa, desde sempre houve, e vai haver criticas á vida das pessoas, por isso as revistas cor-de-rosa são as mais vendidas, onde está o espanto no blogue da PIPI?
Ou serão vocês todos a manada que segue blogues ridículos, onde a sua dona vai lançar um cd de músicas que gosta e a manada vai toda comprar? Sinceramente! Haja alguém com espírito crítico e pensamento individual!

Trago os Montes disse...

Da cherrana p'á alentijana:

Mona Lisa: blackandwhitereality.blogspot.com

Polipipiridades ou assim:
quadripolaridades2.blogspot.com

Framboesa disse...

Yep.
Não vejo mal nenhum na crítica, em brincar, sem ofender...o mundo é tão cinzento, bora lá rir com e de todos...é melhor que rir sozinha, não?

Framboesa disse...

E já agora...visito e comento em muitos dos blogs aqui visados...como pessoa livre que sou...e não é por isso que deixo de achar piada ao que aqui se diz, uma vez mais, outras menos...Acima de tudo sabe bem não ter uma "obrigatoriedade de" tão característica dos seguidores de blogues famosos.