sexta-feira, 29 de julho de 2011

Ora muito boa noite.

A gente bem tenta pah, bem que quer disperar as atenções e agente tenta ser umas ladys daquelas que deixós cães a ladrar e continua o trajecto mas porra, aos depois aparece a feiticeira (ahahahaha) a pedir identificações, a pedir quem a gente samos e a gente fica assim meio "questa merda pah?" porque agente semos assim, cinco gentes com sentido de humor, sarcasmo e piada, pah, e quando a gente escreve na pipi, somos pipis e não samos outro personagem qualquer pah. aos depois a gente lê aquela malta anónima que dá palpites, tipo "epah, uma das pipis é o bin laden, pah, eu juro, é mesmo" e nozes perguntamos "isso interessa? pra quê que queres isso, moça marafada?" e a gente também se ri quando lê que x e y já fez parte da pipi (especialmente a y, alguma vez?) e olha prá caixa de comentários, volta aos tempos da primária, quem disse que foi? eu cá não deixava! dá-lhe pah e ficamos meio com orgulho do nosso bloguito, pah, sabe lá deus os comentários que a gente não deixou passar, pah, que merda, eram tão mais baixos que aqueles, pah.

Enfim, malta, acho que a feiticeira fez uma limpeza na blogosfera, o mundo vai mudar, é o nosso fim, amanhã vamos todos morrer porque lá nas england, o peole não brinca. Adeus, foi um prazer, beijos a todos e não se esqueçam; não se levem tão a sério nem peçam opinioes a anónimos. dá sempre merda!


pirlimpimpim

26 comentários:

S* disse...

A Pipi, em alguns casos, abusa. :) É divertida, mas como a Pipi é uma pessoa de múltiplas personalidades ( ;) ), algumas personalidades atiram para o mal educado. Da minha parte, está perdoada por gozar com as minhas grandes coisas. ;)

pipi das meias altas disse...

Oh S*, com todo o respeito, veja lá se decide o que somos, ora divertidas, ora nojentas, ai que giro e ai que horror que escumalha. Não precisa de agradar a todos, sabia? não tem problema ficar só de um lado aqui, ninguém a mete de castigo, ok?

Cocas disse...

Depois de ler o texto fiquei de tal modo surpreendido que tenho de confessar que até eu já fiz parte desta rede de terrorismo - sim espalhada por todo o Portugal- durante uns tempos depois não sei porquê fui removido e passei a comentador anónimo ( ninguém me liga, sou uma pessoa com muitas ocupações e tal...) Por isso, a Pipi é uma rede de pessoas terroristas onde o objectivo aqui é abater! Quem vem morre! Sim, sou uma espécie de Anders Behring Breivik da blogosfera mas com humor tipicamente britânico! Não fui avisado desta caça às bruxas. Estou já fora da rede porque agora quero aprender várias línguas, quero ter uma vida ( a minha mulher queixa-se da falta de atenção e até tem conta no feicebuque para se vingar!)

Agora a sério, é lamentável que hajam pessoas que não saibam levar a vida sem ser com rancores, a pensar só no mal, a misturar virtual de pessoal, que tudo é feito por maldade quando é, graças à Pipi que muitas visitas têm, graças a ela, que conseguem fazer seguidores. No fundo uns mal- agradecidos porque se a sra. feiticeira é tão culta, tão poderosa não precisa de o apregoar. Sabe italiano? Que maravilha! Olhe já fui a Itália VÁRIAS VEZES e por lá entendem bem inglês, francês, espanhol. Tive uma especialização de seis meses na minha área em Frankfurt e também aprendi a escrever e falar alemão.E agora vou-me gabar que sei falar alemão, inglês e a países onde tenho ido tenho-me desenrascado muito bem. Acho pretensioso fazer de um blog um chorrilho de gabarolices ( muitas vezes parvo) e depois etiquetar logo de pessoas terroristas, pessoas sem vida, frustradas. Ganhem juízo tenho mais que fazer do que ter um blog a descrever jantares de amigos diálogos parvos desses jantares, falar e descrever traições dos outros ao pormenor... entre outras barbaridades! A minha flatmate foi aumentada...poder fazer um upgrade na qualidade de vida! Ai feiticeira que monotonia de blog você e o namorado!

Anónimo disse...

Está tudo muito bem, mas a Pipi diz "samos" e "somos", quando toda a gente sabe que é "semos".


Marta.

Lilim disse...

o meu maior problema é ter de seguir o link e ser 'obrigada' a ler bruxas e desarrumados...têm audiência graças à pipi e ainda se queixam.

Mie disse...

Nao e possivel agradar a todos, ha posts que nao comento porque nao achei piada ou porque a pessoa visada nao me diz rigorosamente nada.
E tao simples quanto isso, comenta-se o que se gosta e enquanto a(s) Pipi(s) andarem por aqui eu virei ca porque proporcionam-me umas boas gargalhadas, especialmente com os videos.
O que eu acho curioso no meio disto tudo e que as pessoas que se sentem ofendidas continuam a vir ca e a ler.
Se nao gostam nao venham, simples.

Anónimo disse...

Oh não, que o mundo está perdido e há pessoas na blogosfera que são anónimas (tipo, 99%) e oh não que o mundo é tão mesquinho e é tão feio gozar com os outros vão todos parar ao inferno menos eu que sou tão inocente e ai ui que eu nunca na minha inocente vida imaginei que houvesse pessoas que se riem dos outros, e muito menos quem tenha a capacidade de se rir de si próprio, que horror isso nem deve ser gente, devem ter focinho de porco e rabo de zebra, e faxavor de amandarem os links que é para eu mostrar a esses schweins todos que chafurdam na lama que sou superior.

Anónimo disse...

O que posso concluir disto tudo é que é tudo muito bonito e divertido quando não nos toca a nós ou aos que gostamos. E isto inclui-vos também, Pipis. O anonimato será sempre mal utilizado, sob a ilusão de impunidade e liberdade de expressão, e os anónimos estarão sempre aí para ser bode expiatório.

O melhor texto sobre o assunto: http://juro-que-tenho-mais-que-fazer.blogspot.com/2011/06/retrato-da-blogosfera.html

Anónimo disse...

Pela amor de Deus, NÃO ACABEM COM O ÚNICO BLOG DECENTE NESTA TERRA!

Pipi: ÉS A MÁIÓRE!

Fosga-se, esta gente leva-se tão a sério e é tão pequininha... Como aquele arrumadinho, aquele gajo que sente que tem alma de escritor e que veio ao mundo para nos dizer as verdades mais profundas e fazer-nos todos refletir pela primeira em problemas como calças vermelhas...

Pipi a gente gosta bués de ti! NÃO SUMAS-TE TÁ????

Agora vá, vou ali dar um tiro na cara da criança que na praia me fez uma bomba e me molhou toda, quando td a gente sabe que eu até podia entrar em choque térmico e morrer ali. (Mal educados!)

Anónima Pró-PIPI fofinha :)

Anónimo disse...

Pequeno trecho transcrito do dito blog.

"Eu e a minha irmã púnhamos uma mão na horizontal ao nivel dos nossos olhos e dizíamos aos nossos colegas: eu estou aqui, tu estás ali (abaixo do chão, no chão ou algures entre o chão e os nossos olhos), se queres subir um bocadinho nesta escala carrega a minha mochila. E de repente toda a turma tinha o objectivo de subir na nossa consideração (...)
"Lembro-me uma vez de ter levado um colega a pegar numa mesa e atirá-la na minha direcção enquanto eu me ria, mas mal chegou uma auxiliar eu desatei a chorar e agarrei-me a ela a fazer-me de coitadinha."


What goes around comes around. Mesmo que demore uns anitos. Ai, num gostas??? AZAR!!!! (O argumento da idade não serve para nada. Uma vez mal formada, para sempre mal formada)

Anónimo disse...

"Agora a sério, é lamentável que hajam pessoas que não saibam(...)"

Ó sr. Cocas, faça lá o favor de rever o verbo haver, asap, sim?
Pelo que escreve no seu perfil é xôu doutore injinhêiro, mas escusa de assassinar desta forma o português.

Tânquiu véri match.

Cocas disse...

Gostava de perguntar ao anónimo ONDE vê o erro e mo corrigisse... já agora se não se importa...é que eu sou Pré-Bolonha..

Pessoas= Plural
Verbo haver para plural = hajam
A frase está toda no plural porque é que o verbo haver iria para o singular?

se não se importa explica-me...de facto, na engenharia não lidamos muito com letras sabe? mas sou receptivo sempre a novas aprendizagens!
É que o conjuntivo presente é assim.. ora veja aqui:

http://www.conjuga-me.net/verbo-haver

que eu haja
que tu hajas
que ele haja
que nós hajamos
que vós hajais
que eles/elas( pessoas) hajam

Agradecido!

Cocas disse...

Agora temos por cá correctores gramaticais? Isto sim.. por isso gosto tanto da Pipi o que aqui se aprende.. estranho é que quem comenta sem razão seja anónimo.. Uma chatisse,iÇo çim! o cocas faz como a Pipi: risse!

Anónimo disse...

Por isso se diz que a língua portuguesa é muito traiçoeira, especialmente quando mal aprendida. Nada que não se encontre facilmente no ciberdúvidas:

http://www.ciberduvidas.com/pergunta.php?id=3862

Nâo tem de quê.

S* disse...

Cara Pipi, não fique raivosa. :) Acho que a Pipi é divertida, em alguns textos. Já o disse aqui por várias vezes. Mas, por vezes, também abusa. Qual é a incoerência da coisa?

Agradar a todos? Poupe-me, cara Pipi. Poupe-me. ;)

Cocas disse...

Anónimo mas não me explicou eu não tenho dúvidas...não entendi.. explique-se ou diga a frase correcta?! Se não se importa!

Cocas disse...

Sr, Anónimo veja lá a resposta:

De acordo com outras perguntas e respectivas respostas, parece-me que são possíveis as duas formas do verbo, embora a frase me 'soe' melhor com o verbo no singular!

LEU BEM?

SÃO POSSÍVEIS AS DUAS FORMAS e lá por soar melhor no singular não significa que seja a mais correcta! Nem tudo que soa bem é correto... estamos entendidos? Afinal por algum motivo é anónimo, né?
Cocas faz como a Pipi: risse!

Cocas disse...

[Resposta] Embora o «soar melhor» seja bastante perigoso e pouco científico, de facto tem de ser haja, porque na frase o verbo é impessoal, visto se achar com o valor de «existir»: haja = existam. Hajam só pode usar-se quando significa tenham, portanto quando não é impessoal, isto é quando se pode conjugar no tempo todo (haja, hajas, etc.)

Como o sujeito da frase é pessoas o verbo não é impessoal... ai o çeu português como anda a çer açaçinado!

Anónimo disse...

Oh Cocas, desampara a loja, man. Ninguém quer saber.

Anónimo disse...

a sério?

Egocentrismo não falta por aqui!
Pouco convencidas, nota-se!


Óh filhotas, desçam à terra, vida real sim? ;)

Anónimo disse...

Caro Cocas

a forma correcta é:

"Agora a sério, é lamentável que haja pessoas que não saibam(...)"

porque o verbo haver é usado no sentido existir, e quando assim é deve ser usado sempre no singular. Se falasse no presente diria "há pessoas" e não "hão pessoas", certo? Certo.

Quando a ter lido bem, sim, li, felizmente sei consultar o ciberdúvidas e distinguir a pergunta da resposta, e essa parte que transcreve aos berros faz parte da dúvida.

A resposta, bem clara, esclarece que o uso do verbo haver com sentido existir é sempre no singular, e lamento informá-lo, mas na sua frase "pessoas" não é o sujeito.

Como sou uma pessoa simpática, até lhe deixo mais uma resposta sobre o tema:

http://www.ciberduvidas.com/pergunta.php?id=725

Mas, se quiser continuar a teimar, esteja à vontade, quero lá saber, não sou eu quem anda a escrever mal e ainda a gabar-se publicamente por isso...

Até sempre, e a todos, bem hajam!

(aqui pode usar-se o plural porque significa "que tenham tudo de bom")


P.S. Já agora deixo mais uns linkezinhos que me quer parecer que o rapaz é capaz de não ficar bem convencido só com duas explicações.

http://www.ciberduvidas.com/pergunta.php?id=18643

(este é bom porque explica que no caso, pessoas, seria complemento directo numa frase sem sujeito)

http://www.ciberduvidas.com/pergunta.php?id=3652

Cocas disse...

Cocas risse! Escolhi a profissão errada está visto deveria ir para professor de português para ter professores destes! Se lhe soa mal, passiênçia! Como deve calcular na FEUP não há profeçores açim tão bons como o çenhor!
Um bem haja pela explicassão.

Anónimo disse...

Cocas "perdes-te" e o anónimo "risse". Lol.

Anónimo disse...

""Agora a sério, é lamentável que hajam pessoas que não saibam(...)"

Ó sr. Cocas, faça lá o favor de rever o verbo haver, asap, sim?
Pelo que escreve no seu perfil é xôu doutore injinhêiro, mas escusa de assassinar desta forma o português.

Tânquiu véri match.

29 de Julho de 2011 15:41"

Eu sou este anónimo que escreveu o comentário supracitado.

Cocas,

Rapaz, não teimes. Sê humilde e prende com quem te quer ensinar.

Uma das piores facadas que se pode dar no português é esse teu erro com o verbo haver. Temos pena.

Vá lá ver se consegue aprender a usar o verbo haver, que ainda vai muito a tempo.

(Pois, hehehehe, os "perdes-te" em vez de "perdeste" e os "risse" em vez de "ri-se", também provocam cá uma dor... Pior que uma dor de dentes!)

Anónimo disse...

caro cocas, perdeu várias oportunidades para ficar calado. ou, se menos orgulhoso, admitir o erro e agradecer a correcção.
que patetice de embirração, não acha?

(outro anónimo que não o professor anónimo.)

Sandra disse...

Antes de mais minha gente: "anónimos" somos todos. Nem que seja porque, no fundo, ninguém conhece mesmo bem...ninguém. Transpostos os contactos de algumas bloguers para a vida real...aconteceu o que é normal...na vida real.As coisas azedaram, não correram bem e infelizmente trouxeram as picardias para um meio mais fácil e prático de continuar as desavenças.
Muito tempo e nervos (com toda a certeza, escusam de gritar calma, serenidade e vontade de "rir")com todo este esmíuçar de culpas.Não concordo em absoluto com a invasão e exposição da vida privada (nomes, fotos, profissões, etc.) e muito menos com o envolvimento de familiares em todo este arraial e começa a ser cansativo.Há blogues excelentes, onde as autoras escrevem bem, sobre situações ou com opiniões em que podemos concordar ou não mas nos divertem, fazem reflectir, distrair das rotinas do dia a dia. Chatices, tricas, línguas afiadas e maldizentes já temos de sobra do outro lado do monitor...
Avancemos. Subamos um degrau em direcção a uma nova fase. Boa escrita para todos, sem azedume, vá!