terça-feira, 1 de março de 2011

Bloger i'd like to punch (BILP) ou o concurso mais melhor bom de toda a blogo

Toda a gente sabe que, mais coisa menos coisa,  andamos nestas coisas dos blogs por um único motivo, que no fundo é um par de três: engatar aquela/e bloger que tem uns pés giros/barba de três dias, despejar ódios e descarregar as frustrações.
Nesta nossa demanda vamos-nos deparando com outros, que tal como nós, se aventuram na arte de blogar.
Acontece que há pessoas, que, nem, que, seja, pela, vírgula, mal, colocada, sejam pelas erro que dãm, seja :) pela :] escrita *.* alegre ^^ e feliz :) e os pássaros **** no campo e :) as borboletas na barriga :] e o amor é mágicoooooooooo, seja por ser um tuga que emigrou e agora não pára com aquele kind of language that pisses me off, seja pelos machismos constantes e pela atitude vinde a mim, sentai-vos no meu colinho, vós mulheres, criação do demónio, que vos ensinarei tudo o que sei em troca de um link ou um carinho, seja pelos vernizes (hoje estou a usar um escarlate da sephora que é um must!) ou pelos sapatos (matava para ter uns Manolo), seja por fazerem questão de nos informarem de pormenores das suas vidas (hoje almocei uma salada de alface, tomate, milho, cenoura, ovo cozido, atum e camarão, regada com molho vinagrete) (hoje estou a usar uma camisola na nova colecção da zara) (o nosso fim-de-semana foi assim: [foto] [foto] [foto] [foto], sem os quais seria impossível a nossa húmilde/simples/pobre/triste vida continuar, seja pelos posts com questões importantes para o progresso da vida em sociedade (hoje comi bife. sou gulosa?), seja pelo que for, cada um tem os seus ódiozinhos de estimação, essas pessoas só nos dão vontade de espetar um soco em cheio na face.
A Pipi é amiga e permite comentários anónimos.
E A Pipi acredita que os seus leitores percebem mensagens subliminares onde elas realmente existem.

A/O bloger mais votada/o ganha:
um chá das cinco com a Pipi, ao qual a Pipi não vai comparecer (a não ser que seja a bloger mais votada);
uma consulta online com uma psicóloga;
um conjunto de louça Bordalo Pinheiro para atirar à parede;
o ip dos seus votantes;
um livro de Paulo Coelho.

11 comentários:

ophelia disse...

a BILP é a Glitering, mas não quero ir tomar um chá com ela, que a tipa ainda me sufocava com 10 bolas berlim pelas goelas abaixo

Anónimo disse...

A mulher certa. Só tem piada na pele de Uma mulher pouco certa.

Anónimo disse...

A Educação Irracional. Ainda bem que fechou aquilo.

I. disse...

Eu gostava de me punchar a maior parte dos dias/horas/minutos. A auto-candidatura, vale?

provocação disse...

Pá, bloguers que eu gostava de to punch, não há que sou anti-violência mas que há algumas a quem dava ponche para ver se a coisa com a bebedeira passava a fazer sentido, isso há. A ver:
A Kiki (a Kiki só está por ter lugar vitalício de honra no meu coração) a Glitering e a Caucau. Sendo que esta última tinha de me enfrascar eu também que aposto o meu esfíncter,que só a caminhar para o coma alcoólico é que se torna compreensível.

Alexandra disse...

Se fosse Blogger I've already punched, atirava-me às trincheiras. (Doeu, não foi bonito mas, no dia seguinte, o resultado estava espectacular.)

Sendo assim, escolho o "incoerente" do post acima.

Pelo aproveitamento do nome, pelos posts que são perfeitos porque recordam-me sempre esta canção:

"O Zé da horta, foi aos agriões. Ao passar a ponte, caiu-lhe os calções. Veio uma galinha, toda pintadinha, com uma faquinha cortou-lhe a pilinha."

rcp disse...

humilde não leva acento!

Teresa disse...

Provocação:
Quem é a Kiki? Links, s.f.f.
Agradecida.

provocação disse...

Kiki é o petit nom fofinho que arranjei para a Lemony Snicket's novel Kitty Fane, espero que ela não se importe de brindar com um dedal de ponche... ao menos não traz lacraus no rótulo.

Anónimo disse...

A gaja certa e a do love etc etc etc etc

euexisto disse...

wow, tu és a maior.
(vénia)

se tivesse um selo dava-to