domingo, 20 de fevereiro de 2011

Espírito de natal - capitulo da Maria Serpa

Leio a Maria desde que ela se tornou famosa mais o seu "take us to nowhere". Admiro a sua força, a garra e a determinação com que quer levar o seu gato para baixa da banheira. aposto que é uma mulher com mundo, extremamente bonita e inteligente. Não costumo ler blogues femininos, alguns nem sequer têm sapatos e falam de coisas sérias como politica, actualidade ou [vómitos] sentimentos mas a Maria é outro campeonato, a Maria eu leio, a Maria, caso me linkasse, dar-me-ia umas 300 visitas a mais por dia (sim, tenho os cálculos aqui e as análises feitas) (vai um copo de tinto?)

Mas não é por isso que quero oferecer algo à Maria. Ela tem mostrado, desde que a pipi nasceu, um fair play fora do vulgar, um sentido de humor para além do exigido por pessoas com a sua estrutura óssea. É ir ao blog dela e ver o quanto não está aborrecida com a pipi, como isso não a atinge, como consegue ultrapassar com leveza esta mera brincadeira. É por isso que, além de tratar bem as pessoas que virão à minha casa pela altura do census e lhes darei massagens com óleos perfumados [Maria pede que os tratemos bem] irei sempre lembrar a Maria com um sorriso nos lábios e um "ai Carai, pipi... só tu"


Para si, Maria, o menino da lágrima.




4 comentários:

€%$@ disse...

E obrigada Maria, por não teres patenteado a palavra carai. Sem ela este blog não era a mesma coisa.

Tralha do Melhor! disse...

ehheehe Magnifico ! Sou sua fã .

maria do carai disse...

Ai, carai, pá, mereces um café e um beijo, mélheri. É mandar essas vacas p&t*s todas para a lobotomia, Senhor! Que eu cá sou assim, pelo na venta e mão na anca e vamos todos para a baixa da banheira, nem que seja a pé, f$d!-se!

Anónimo disse...

A Maria é de Serpa???

Ai que eu também sou.... ainda a encontro ali no bairro do forte.

Contem-me lá tudo, tudo... que eu quero saber...