terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Cajó, toda a verdade que eu não quero enganar ninguém

- O Cajó foi durante meses a fio buscar-me à prisão e acompanhou-me às consultas externas do Hospital Psiquiátrico de Figueiró dos Vinhos e inclusive pagava-me o bilhete da carreira;
- O Cajó foi comigo a Freixo de Espada à Cinta e conduziu mais de 3km a scooter, apenas com a mão esquerda enquanto a mão direita segurava na saca dos enchidos;
- O Cajó estrela ovos como ninguém;
- O Cajó já me meteu em grandes alhadas, o chibo;
- O Cajó não se chateia comigo quando eu uso a Bimby dele para fazer pipocas salgadas;
- O Cajó deixa-me escolher as gravatas que ele usa quando vai meter música na Festa do Padroeiro;
- O Cajó já me chamou nomes feios mas enviou-me uma sms que dizia 'xcupa lá filha, tá? e eu disse tá bem!!!
- O Cajó partilhava o quarto comigo e com mais sete pessoas no orfanato da Casa Pia e não se importava de ir beber o leitinho para outra divisão para eu poder pinar à vontade com vista para o poster da Britney Spears;
- O Cajó vai comigo ao Lidl e ajuda-me a aproveitar as melhores promoções sem parecer pobre;
- O Cajó está aprovado pelo Baltazar como o único hóme que o pode estufar quando ele falecer;
- O Cajó sabe que, independentemente das namoradas, quem vai à missa com ele na scooter sou eu. Elas que vão a pé.
- O Cajó abre uma garrafinha do melhor tinto da região sempre que eu lá vou tomar o pequeno-almoço e sabe que pode contar sempre comigo quando a palavra broademilho aparece num projecto de refeição;
- O Cajó olha-me sempre para as mamas, quer eu esteja com decote ou com gola alta;
- O Cajó ri-se das minhas piadinhas do Joãozinho;
- O Cajó sabe que eu cheiro mal dos pés e nunca disse nada ao Ricky;
- O Cajó traz-me erva da Holanda, bacalhau da Noruega, caramelos de Espanha e rins do Afeganistão sempre que vai para a apanha do tomate nesses sítios;
- O Cajó tem um post it com o meu nome no retrovisor da scooter;
- O Cajó come tudo o que o Baltazar deixa na tigela;
- O Cajó dá-se bem com o people lá do bairro;
- O Cajó leva-me com ele ao lidl e não fica encabulado quando eu faço malabarismos com as maças reineta;
- O Cajó chora no meu ombro quando as badalhocas com quem ele anda se enrolam com o padre;
- O Cajó nunca me apalpou mesmo quando éramos meros desconhecidos e dançávamos um com o outro na festa da paróquia;
- O Cajó - mesmo assim - vai comigo ao karaoke todas as sextas à noite;
- O Cajó nem sabe deste concurso, por isso sempre que eu preciso, traz-me isto cá a casa:


Mesmo assim e por isso mesmo, o Cajó merece papar a vencedora do nosso leilão concurso e merece fazer o que quiser à grande e à Pipi.

5 comentários:

Mia disse...

Grande Cajó! É um daqueles amigos prá vida, estou a ver...

Andorinha disse...

MARAVILHOSO este Cajó! Nem sei dizer qual a minha favorita, é tipo: todas!

Rute Vanessa disse...

Estás um pouco verde Pipi

I. disse...

Começo a apaixonar-me pelo Cajó.

Pacha disse...

Verdadeiro amigo!